PARE OLHE ESCUTE

ESCOSTEGUY Vida e obra

lunes, 16 de marzo de 2009

PEDRO GERALDO ESCOSTEGUY

Vamos inciar dando uma pequena apresentação deste notável artista brasileiro que muito contribuiu com a arte nacional e internacional.
Pedro Geraldo Escosteguy nasce a 14 de julho de 1916 em Santana do Livramento, RS. Aos vinte e dois anos, forma-se médico pela Faculdade de Medicina da Universidade do Rio Grande do Sul. Encerra, em 1980, as atividades como médico profissional, tendo publicado, ao longo desses quarenta e dois anos de exercício, trabalhos técnicos em congressos nacionais e internacionais na sua especialidade, gastrenterologia, e lecionado em vários cursos. Mas, Pedro Geraldo Escosteguy não é, apenas, um médico; ele também é poeta, contista, pintor, escultor. Sua carreira nas artes plásticas tem tanto destaque e brilhantismo quanto a de sua carreira médica.
IMAGEM: Autorretrato, s/data
Trabalho realizado em madeira e espelho
No quadro das artes literárias do Rio Grande do Sul, destaca-se como membro do Grupo Quixote e pela sua contribuição no processo de ruptura com o passado. Publica livros de poesias, artigos de crítica em jornais e, na Revista O Cruzeiro, os “anticontos”. Essa obra vanguardista dos anos 1960, resulta da brevidade do texto constituído de imagens ricas em cores, formas e sonoridades verbais.
Nas artes plásticas participou dos grandes movimentos de vanguarda dos anos 1960 e 1970 e atuou como um dos mentores da vanguarda tipicamente brasileira, lançando as bases de uma arte relacionada à realidade, à idéia do novo e à participação do espectador. Seu trabalho é reconhecido em âmbito nacional e internacional, tendo participado de várias exposições dentro e fora do país e sendo premiado em muitas delas. Foi o criador de "Pintura táctil", que, na opinião de Oiticica, é a primeira obra plástica propriamente dita com caráter participante no sentido político Pedro Geraldo Escosteguy morre, em PortoAlegre, a 28 de junho de 1989, deixando várias obras inéditas.

Etiquetas:

0 comentarios:

Publicar un comentario

Suscribirse a Enviar comentarios [Atom]

Enlaces a esta entrada:

Crear un enlace

<< Página principal